Especialistas acreditam que tenha se desenvolvido na China a partir de cruzamentos entre o Pequinês e o Lhasa Apso, oferecidos como presente pelo Dalai Lama. Como os cães oriundos desses cruzamentos lembravam um leão, recebeu o nome Shih-Tzu (leão, em chinês).
   Os cães da criação da corte eram selecionados com grande cuidado e a partir daí, o Shih-Tzu se desenvolveu. Originário da China Ocidental, esse cão foi por muito tempo um das raças favoritas dos imperadores chineses, que o criavam na Cidade Proibida de Pequim. A criação do cão na corte era delegada a certos eunucos (homens castrados que tomavam conta dos haréns), que competiam entre si para produzir os melhores espécimes, que seriam destinados ao Imperador. O Shih-Tzu foi o cão de companhia em casa nobre (principalmente família real) durante praticamente toda dinastia Ming. Durante a revolução, um grande número de exemplares foi destruído e poucos escaparam das facas dos invasores. Em 1934, foi fundado o Kennel Clube de Pequim e, em 1938, o padrão para a raça foi criado.
   Os cães da raça Shih-Tzu são extremamente dóceis e adoram ficar por perto daqueles que fazem carinho neles. São indicados para áreas de convivência em apartamentos ou áreas similares. São bastante educados com relação às necessidades fisiológicas, considerando-se que devem ser treinados quanto ao local adequado para isso. Alguns comportamentos observados: Nunca dormem no mesmo local onde fazem suas necessidades, adoram beber água, adoram pisos frios (devido a sua pelagem e origem) e adoram ficar deitados perto do dono ou de alguém que gostam muito. Diferente de outras raças, o Shih-Tzu pode ficar sozinho numa boa, pois não late em excesso nem destrói a casa.
   O Shih-Tzu pode não ser uma das raças mais fáceis para se ensinar truques, porém com paciência e dedicação ele os aprende. Já no cotidiano é um cãozinho muito esperto e que presta atenção em tudo ao seu redor, aprendendo muito rapidamente. É preciso cuidado pra não se deixar enganar pela carinha deles, é com ela que os Shih-Tzus conseguem dominar seus donos, fazendo com que estes atendam à todas as suas vontades, saber dizer não e ser firme é necessário.

   Menos ativos e agitados que os outros cãezinhos do mesmo porte, o Shih tzu é uma excelente opção para apartamentos ou ambientes pequenos. Gostam de ser acariciados e adoram um bom colo.

   Pequeno, robusto, de pelagem abundante, porte ativo e arrogante, com cabeça que lembra um crisântemo. A cauda é portada alta e curvada sobre as costas. Pelagem longa, densa com bom subpelo, reta, admitindo-se uma leve ondulação. Recomenda-se que os pelos da cabeça sejam presos, formando um topetinho. Todas as cores são permitidas e uma faixa branca na fronte e na ponta da causa são altamente desejáveis nos particolores.

• País de origem: Tibet
• Utilização: Companhia
• Tamanho: Máximo de 26,7 cm
• Peso: 3,5 a 8 kg
• Longevidade: 13 a 14 anos
• Agressividade: Baixa
• Área de criação: Pequena
• Temperamento: Dócil, amoroso, leal, alegre e disposto
• Atividade física: Baixa

Shih-Tzu

Canil Hangnel Chon - Todos os direitos reservados 

(15) 3249-2387

(11) 98643-4349 | (11) 98203-1302

canilhc@yahoo.com.br

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon